O que você achou dessa matéria?
bom (0) ruim (0)
Publicado: 11/08/2017 | 34 visualizações

Petroleiros da Bahia aprovam pauta do XVII Confup e contribuição negocial

Em assembleias que aconteceram de 11 a 17/08, em todas as unidades do Sistema Petrobrás, na Bahia,  97% dos petroleiros ratificaram a pauta de reivindicações, aprovada no XVII CONFUP, 0,89% foram contra e 1,27% se abstiveram. 

Em relação ao desconto da taxa negocial nos meses de setembro, outubro e novembro, também deliberada nas assembleias, 89% foram a favor da instituição da taxa, 6,9% foram contra e  houve 3,2% de abstenção.

Para o coordenador do Sindipetro Bahia, Deyvid Bacelar, “esta será uma das mais duras campanhas que teremos de enfrentar, desde a década de 90”. Ele ressalta, ainda, que “estamos diante de uma iminente greve, para garantir a manutenção dos nossos direitos e lutar contra um governo golpista e a direção da Petrobrás, que tem o mesmo DNA da quadrilha que assaltou o poder no país”.

Portanto, a direção do Sindipetro Bahia, quer deixar claro que “esse momento exige de todos, direção sindical e trabalhadores, unidade e politização, para entender que a criação da taxa negocial é uma necessidade para o enfrentamento ao que temos de mais reacionário que é a gestão do Sistema Petrobrás. Ela ataca a categoria em todas as frentes e já demonstrou que pretende reduzir nossos direitos conquistados no ACT 2015 – 2017”, ressalta Deyvid.

Para ele “só temos ameaças dos golpistas e ataques aos nossos direitos, numa conjuntura bastante adversa para a categoria e a direção do movimento sindical petroleiro”.

Clique aqui e confira o resultado o resultado final das assembleias por unidade.