O que você achou dessa matéria?
bom (0) ruim (0)
Publicado: 01/02/2019 | 278 visualizações

Sindipetro Bahia estimula criação de sindicato patronal das empresas de petróleo para organizar o setor e proteger os trabalhadores

A diretoria do Sindipetro Bahia se reuniu na manhã dessa segunda-feira (01) com representantes de empresas privadas de petróleo e gás, que atuam no estado da Bahia, com o objetivo de criar um sindicato patronal do segmento, que possa representar dezenas de empresas desse setor. 

O diretor do Sindipetro, Radiovaldo Costa, explica que o interesse do sindicato no assunto é “a necessidade de estabelecer convenções coletivas entre os dois sindicatos, o patronal e o dos trabalhadores, de forma a garantir um patamar igualitário de direitos e benefícios para os trabalhadores desse segmento, que vêm sendo prejudicados por não terem uma convenção coletiva”.

Segundo Radiovaldo os acordos como são feitos hoje, individualmente, fragmentam e prejudicam a luta do dos trabalhadores. “Com essa iniciativa pioneira, queremos garantir os ganhos, sem prejuízo para nenhum trabalhador”. Os empresários também acreditam ser esse o melhor caminho para a organização do setor. 

O diretor da FUP e do Sindipetro, Deyvid Bacelar, lembra que essa é uma discussão antiga que vem sendo travada, inclusive, com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado da Bahia. “O governo achou muito interessante a ideia de ter um sindicato patronal no estado, nesse segmento, para regular as condições de trabalho e organizar melhor essas empresas, que devem crescer bastante diante das mudanças que houve no Plano de  Negócios e Gestão da Petrobrás, que apontam a diminuição da participação da estatal nos campos terrestres e, consequentemente, o aumento da presença das empresas privadas, que atuam nessa área”.

Para Deyvid esse é um processo histórico que visa garantir benefícios para os trabalhadores e o empresariado.

Fonte: Sindipetro Bahia