O que você achou dessa matéria?
bom (1) ruim (0)
Publicado: 22/03/2019 | 236 visualizações

8º Congresso da categoria petroleira terá formação, debate e discussões de teses

Com o tema “Petrobrás na Bahia – Conquista de um povo que não pode ser apagada”, o 8º Congresso da categoria petroleira, que acontece, nos dias 29 e 30 de março, no Portobello Ondina Praia Hotel, será palco de discussões econômicas e políticas, que darão o norte para a sobrevivência da Petrobrás e manutenção dos direitos dos petroleiros e petroleiras.

“Em um cenário cada vez mais adverso, os trabalhadores e trabalhadoras precisam se organizar e o congresso, instância máxima de decisão da categoria, é o local legitimo para que isso aconteça”, afirma o coordenador do Sindipetro Bahia, Jairo Batista.

As consequências negativas da contrarreforma trabalhista já estão sendo sentidas pela classe trabalhadora, mas a categoria petroleira, até o momento, está salvaguardada 
devido às cláusulas adicionais, que foram garantidas, pela FUP,  no Acordo Coletivo de Trabalho (ACT 2017-2019), que protegem os petroleiros. “Esse é um exemplo da importância da união e participação da categoria na construção dos ACT`S”, ressalta Jairo.  

Com o novo governo, que ainda não saiu do palanque da campanha e tem feito uma trapalhada atrás da outra, a Petrobrás continua sob fogo cruzado e nunca chegou tão perto de ser privatizada. “Lutar contra o desmonte e privatização da empresa será um dos nossos grandes desafios, além de tentar barrar o projeto de reforma da previdência, que torna a aposentadoria praticamente inalcançável”, .

Por tudo isso, a presença da categoria nesse congresso é muito importante. Esse é o momento para dar palpites, fazer propostas e debater para que consigamos garantir um bom e forte ACT e, consequentemente, nossos empregos, e direitos. Além de traçar estratégias em defesa do Sistema Petrobrás.

Fonte - Sindipetro Bahia