O que você achou dessa matéria?
bom (4) ruim (0)
Publicado: 02/04/2018 | 921 visualizações

Em mobilização, trabalhadores reafirmam resistência contra fechamento das Fafen´s

Uma mobilização na porta da FAFEN Bahia, na manhã dessa segunda-feira, 02/04, marcou mais um capítulo da luta contra o fechamento das unidades das Fábricas de Fertilizantes Nitrogenados da Bahia e Sergipe. A atividade, que aconteceu das 7h às 9h, contou com a participação de trabalhadores e trabalhadoras próprios e terceirizados da FAFEN e de outras unidades da Petrobrás, a exemplo da RLAM, além de diretores do Sindipetro Bahia, do Sinditticc,  Sitticcan e parlamentares.


A recente vitória parcial com o recuo do presidente da Petrobrás, Pedro Parente, que anunciou a suspensão do fechamento das duas unidades - a medida deve durar por pelo menos 120 dias, a contar a partir de 30/06/2018 - foi festejada, mas com cautela. A decisão veio após uma série de atividades sindicais e articulações políticas do Sindipetro Bahia e da FUP.  O consenso é que a luta pela continuidade das atividades das FAFEN´s Bahia e Sergipe e contra o desmonte do setor de fertilizantes no Brasil, tem que ser intensificada. Bastante preocupados com as consequências negativas com o fechamento da FAFEN Bahia para a economia de Camaçari, os vereadores, Dentinho, Marcelino, Theo, Jackson e Binho, compareceram á mobilização. Eles falaram sobre os esforços dos vereadores do município para reverter esse quadro. 

O presidente da CUT Bahia, Cedro Silva, defendeu a ampliação do debate, para que abranja a defesa da Eletrobrás, Caixa Econômica, Banco do Brasil e outras instituições que estão sendo ameaçadas, ressaltando que “os trabalhadores são os atores principais, que nos dão combustível para prosseguir com a luta”.  O deputado estadual Bira Corôa (PT- BA) afirmou que a tentativa de fechamento das FAFEN´s é uma extensão do golpe, que reflete também na retirada de conquistas dos trabalhadores. Já o deputado estadual, Joseildo Ramos (PT- BA), falou da responsabilidade social da Petrobrás enquanto empresa estatal e da importância do setor de fertilizantes para o agronegócio do país.

O deputado federal Nelson Pelegrino (PT- BA), parabenizou o Sindipetro Bahia e a FUP, que “tiveram uma atuação firme em defesa das duas unidades, procurando e mobilizando parlamentares, governadores e prefeitos contra o fechamento das fábricas”. “Conseguimos, por hora, barrar mais um golpe”, afirmou o parlamentar que na Câmara Federal alertou à bancada ruralista sobre o prejuízo e o risco de transformar o Brasil em um país totalmente dependente da importação de fertilizantes.  Pelegrino entregou requerimento ao presidente da Petrobrás com 29 questionamentos sobre o fechamento das unidades. O deputado também incluiu a representação dos trabalhadores, com a participação da Federação Única dos Petroleiros, no Grupo de Trabalho (GT) formado por representantes da Petrobrás, da FIEB, da FIES, dos Governos Estaduais da Bahia e de Sergipe, além de representantes dos trabalhadores, que vai buscar alternativas que viabilizem a manutenção das fábricas em operação.

 

Foto de capa: Alex Silva
Fonte – Sindipetro Bahia