O que você achou dessa matéria?
bom (0) ruim (0)
Publicado: 17/04/2018 | 1431 visualizações

Sindipetro Bahia participa de sessão especial na ALBA em memória às vítimas de Eldorado dos Carajás

 17 de abril é Dia Internacional da Luta Camponesa. A data foi escolhida em memória aos 19 camponeses mortos no massacre de Eldorado dos Carajás, que aconteceu há 22 anos, em abril de 1996.

Para lembrar o massacre e homenagear os camponeses assassinados covardemente, estão sendo preparadas diversas manifestações pelo Brasil afora.

Uma delas aconteceu na manhã da segunda-feira, 16/04, quando foi realizada uma sessão especial na Assembleia Legislativa da Bahia para lembrar a data, que contou com a participação da diretoria do Sindipetro Bahia. O coordenador do Sindipetro, Deyvid Bacelar, subiu à tribuna e afirmou a importância de se manter viva essa data na memória dos brasileiros “para que o massacre de Eldorado dos Carajás nunca mais se repita”. Deyvid ressaltou ainda que “na atual conjuntura o 17 de abril passou também a ser dia de luta contra a Rede Globo e a mídia hegemônica desse país, que tenta criminalizar o MST e o movimento sindical a todo instante”.

Memória

Em 17 de abril de 1996, 1500 sem-terra estavam acampados no município de Eldorado dos Carajás e decidiram fazer uma marcha em protesto contra a demora da desapropriação de terras, obstruindo a rodovia PA-150, que liga a capital do estado ao sul do Pará.  Os policiais militares  chegaram, com suas tarjas de identificação removidas, utilizando bombas de gás lacrimogêneo. Quando os sem-terra revidaram atirando paus e pedras, a PM abriu fogo contra os manifestantes. 


Fonte- Sindipetro Bahia