O que você achou dessa matéria?
bom (2) ruim (0)
Publicado: 25/05/2018 | 1474 visualizações

Trabalhadores da base discutem formas de mobilização no I Seminário de Qualificação de Greve

Petroleiros e petroleiras da base, a diretoria do Sindipetro Bahia e representantes de movimentos sociais e de outras categorias participaram durante todo o dia da sexta-feira (25), no auditório do Sindipetro Bahia, do Seminário de Qualificação de Greve.

Com uma boa participação da categoria, o seminário começou com uma análise de conjuntura política feita pelo coordenador do Sindipetro, Deyvid Bacelar. Ele falou sobre os reais motivos do golpe de 2016, que teve como foco principal a Petrobrás, ressaltando as perdas trabalhistas e sociais e a prisão política do presidente Lula. Em seguida foram feitos esclarecimentos jurídicos sobre os conceitos de greve e como se portar durante o movimento paredista. O advogado e assessor jurídico do Sindipetro, Clériston Bulhões explicou, entre outras coisas, que durante uma greve os contratos ficam suspensos.

Os participantes se dividiram em quatro grupos, debateram sobre o assunto e apresentaram propostas de estratégias para a realização de uma greve forte e eficiente.

Eles responderam a três perguntas que vão nortear o movimento: Qual a importância da greve dos petroleiros no momento atual? Como podemos manter nossa categoria mobilizada no processo de construção da greve (propostas de atividades)? Como podemos envolver a sociedade em nossa greve, no processo de construção e durante ?
Outros seminários de greve vão acontecer até a deflagração do movimento paredista.

Fonte - Sindipetro Bahia