O que você achou dessa matéria?
bom (0) ruim (0)
Publicado: 28/05/2018 | 1639 visualizações

RLAM – categoria participa de paralisação em prévia da greve dos petroleiros


Os trabalhadores da Refinaria Landulpho Alves, na Bahia, participaram de uma paralisação no inicio da manhã desta segunda-feira (28). A mobilização foi uma prévia da greve nacional de 72 h, que terá inicio à 00h01 de quarta-feira (30).

A diretoria do Sindipetro Bahia falou sobre os indicativos da greve e a atual conjuntura política e econômica, que coloca os petroleiros na linha de frente das manifestações, apontando a responsabilidade dessa categoria com o Brasil e o povo brasileiro.

Para o diretor do Sindipetro, Ivo Saraiva “a conta chegou para a população e ela veio em forma de retiradas de direitos e aumentos abusivos do preço da gasolina, diesel e gás de cozinha”. Portanto, completa Ivo, “os petroleiros sabem que o aumento dos preços dos combustíveis e do gás é consequência da mudança da política de preços de Pedro Parente, que ainda está importando os derivados de petróleo e deixando as suas refinarias ociosas”.

O coordenador do Sindipetro, Deyvid Bacelar, chamou atenção para atuação da mídia, que tenta criminalizar o movimento dos caminhoneiros e, provavelmente, fará a mesma coisa com os petroleiros”. Deyvid explica que haverá avaliações diárias durante o movimento, que pode ser transformado em uma greve por tempo indeterminado. “É a contribuição da categoria petroleira para o resgate da soberania da nossa Petrobrás, como empresa pública que age com responsabilidade social”.

Fonte: Sindipetro-Bahia