O que você achou dessa matéria?
bom (1) ruim (1)
Publicado: 31/08/2018 | 512 visualizações

Petroleiros da Bahia realizam ato contra o PCR e a favor da PR

A diretoria do Sindipetro Bahia, seguindo o indicativo da FUP, realizou na manhã desta sexta-feira (31), um ato contra o PCR (Plano de Carreiras e Remuneração) e pelo pagamento da PR (Participação nos Resultados) para todos os trabalhadores do Sistema Petrobrás.

A mobilização aconteceu em frente ao prédio do EDIBA, no bairro da Pituba, e teve como objetivo conscientizar a categoria para a necessidade de reforçar a união em um momento tão adverso que estamos vivendo no país.

Muitos trabalhadores indagaram sobre o não recebimento da PR, mas acabaram entendendo o motivo da FUP não ter ainda assinado o acordo, por ser discriminatório e futuramente poder trazer prejuízos à categoria. Foi o que explicou o Coordenador Geral do Sindipetro, Jairo Batista. 

“Nosso objetivo é pressionar a Petrobrás a pagar a PR para todos, pois essa luta não diz respeito apenas aos 450 companheiros que trabalham em Araucária. O que a empresa quer com isso é quebrar o regramento acordado, que garante o recebimento da participação nos resultados até 2019, mesmo se a Petrobrás não tiver lucro. Hoje a companhia tenta excluir os companheiros de Araucária, amanhã pode fazer o mesmo com as outras bases”, enfatizou Jairo.

 O ato também denunciou as armadilhas do PCR, reforçando a recomendação da FUP para que a categoria não faça adesão ao plano.

Como exemplo, trouxemos o caso do colega que teve o abono do PCR confiscado ao se aposentar. (leia matéria https://bit.ly/2NzBbbU).

Quer saber mais sobre a PR e o PCR e entender os fatos? Clique aqui https://bit.ly/2N3kjNu

Fonte – Sindipetro Bahia