O que você achou dessa matéria?
bom (0) ruim (0)
Publicado: 16/04/2018 | 1468 visualizações

Ato em defesa da Eletrobras e suas subsidiárias

A diretoria do Sindipetro Bahia participou, na manhã desta segunda-feira, 16/04, na sede da Chesf, em Pituaçu, de um ato contra a privatização da Eletrobras e suas subsidiárias. A CUT Bahia também participou da mobilização nacional e teve como um dos principais objetivos defender uma Eletrobras pública, eficiente e para todos.

Os manifestantes também mostraram à população os prejuízos com a venda da Eletrobras. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a venda da Eletrobras vai resultar em um aumento inicial na tarifa de energia de 16,7%, no mínimo. Alguns especialistas apontam reajustes superiores a 70%.

Durante a mobilização, o diretor jurídico do Sindipetro Bahia, Jairo Batista, denunciou que “o golpe jurídico, parlamentar e midiático está a serviço das multinacionais internacionais, principalmente as dos Estados Unidos da América do Norte”. 

Jairo também ressaltou o ataque à soberania nacional e aos direitos dos trabalhadores. Nesse contexto, estatais como a Petrobrás, a Eletrobras e a Chesf, cruciais para o desenvolvimento nacional, estão sendo atacadas para viabilizar a implantação de um projeto neoliberal que em nada beneficia o povo brasileiro”. Para ele os trabalhadores unidos podem reverter o cenário atual e “já está havendo diálogo com os trabalhadores de todas as estatais para a construção de uma greve nacional”.


Fonte – Sindipetro Bahia