O que você achou dessa matéria?
bom (2) ruim (0)
Publicado: 15/05/2018 | 418 visualizações

Alerta Vermelho na Repar!

Superaquecimento de tubulação mobilizou várias equipes de trabalhadores e colocou a refinaria em risco de explosão e incêndio.

Uma situação de emergência deixou os trabalhadores da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) em alerta. Por volta das 16h00 desta segunda-feira (14) foi detectado uma tubulação incandescente no forno da Unidade de Geração de Hidrogênio (U-2600). O problema mobilizou um grande contingente de trabalhadores e um grupo inteiro do setor de hidrodessulfurização (HDS) teve que dobrar o expediente à zero hora para atuar na paralisação da Unidade.

À primeira vista, o caso pode parecer simples, mas não é. A condição é gravíssima e colocou a refinaria em risco de explosão e incêndio. A tubulação que apresentou problemas fica na saída de um reformador, equipamento com gás rico em hidrogênio e em temperatura elevadíssima, acima dos 800° C.

A emergência foi controlada pelos operadores. A suspeita, após a parada total da unidade, é de um furo em uma linha chamada “pigtail” - junção de vários tubos na saída do forno. O caso expõe, mais uma vez, o processo de sucateamento que a Repar atravessa. A U-2600 passou por procedimento de parada de manutenção no início do ano e já apresenta problemas gravíssimos de operação.

É a velha e conhecida história de precarizar para privatizar. Enquanto isso, vidas de trabalhadores e da comunidade no entorno da fábrica são colocadas constantemente em risco.

Fonte: Sindipetro PR-SC